Menu
X
imagem

Batalha criativa apresenta seus “soldados”

Faltando poucos dias para a Maratona MUDE, a batalha criativa que acontecerá nos dias 26 e 27 deste mês, no Barra Shopping Sul, em Porto Alegre/RS, os “soldados” nos contam um pouco do que pensam sobre suas expectativas e a oportunidade proporcionada pelo

Faltando poucos dias para a Maratona MUDE, a batalha criativa que acontecerá nos dias 26 e 27 deste mês, no Barra Shopping Sul, em Porto Alegre/RS, os “soldados” nos contam um pouco do que pensam sobre suas expectativas e a oportunidade proporcionada pelo evento.

Uma das equipes selecionadas para o desafio de criar três protótipos de calçados femininos em 24 horas ininterruptas é a composta por Ana Sabi, fotógrafa e estudante de Design Gráfico; Camila Puccini, bacharel em Design com habilitação em Moda; Cícero Ibeiro, estudante de Artes Visuais; e Vinícius Kniphoff, Designer Visual. Para a líder do grupo, Camila Puccini, o evento é uma oportunidade para demonstrar as qualificações dos membros através das orientações de um grande nome como Lino Villaventura. “Acreditamos que projetos como esse são de extrema importância para mudar paradigmas dentro de um setor industrial. É a oportunidade da abertura de novos horizontes, novas parcerias”, destaca. A designer de moda ressalta que a venda de um produto transcende o físico. “Vendemos ideias! E quem compra uma ideia se apaixona”.

O designer Mateus Boeri, líder da equipe que tem ainda o modelista Inácio Taschetto, a costureira Lourdes Maria e o montador Nelsi Antônio, avalia que a iniciativa de colocar o trabalho da equipe em evidência é importante, mas que a contribuição para a concepção do Design Made in Brazil torna o evento ainda mais grandioso. “Achamos que além do desafio e da premiação, participar de uma maratona onde será fomentado o design genuinamente brasileiro é de extrema importância para o crescimento do setor”, afirma, acrescentando que a equipe irá “estudar” o briefing até a data limite do evento.

Na terceira equipe, a designer e estudante de Design de Calçados, Letícia Cristina Corrêa, que lidera uma equipe com a estudante do curso Técnico em Design de Calçados, Bruna Meurer, a costureira Lovani Kunz e o modelista Oséias da Rocha, avalia a Maratona MUDE como a oportunidade de “sair do clichê”. “É um desafio incrível, mas ter a oportunidade de apresentar o trabalho para profissionais renomados neste setor é algo extraordinário”, ressalta. Para Letícia, o grande legado da iniciativa será o de incentivar os novos designers, muitos deles retraídos por questões comerciais, a arriscar mais, acabando com a cultura da cópia. Sobre a mentoria do estilista Lino Villaventura, a designer não esconde a admiração. “Ter ele como mentor é dar o grito de mudança, mostrando ao mercado e ao País que está na hora de findar essa cultura famigerada do copia e cola. Que temos potencial e devemos utilizá-lo”, conclui Letícia.

Já a designer Julia Biason, liderando uma equipe com os designers André Luiz Maehler e Gabriela Montemezzo Dall’Acqua, o estilista Gabriel Bolzan e o modelista Odilei Marcelo Dutra, destaca a importância da repercussão gerada pelo evento. “Também é gratificante saber que chegamos à final, e que já vencemos duas etapas com quase 40 equipes”, comemora, ressaltando que o projeto é um estímulo importante para o fomento da criatividade no setor calçadista nacional. “A Maratona incentiva cenários de inovação ao realizar um concurso que reúne equipes de designers que não estão respondendo por uma marca já concebida, ou seja, estão livres de conceitos já estabelecidos tanto da identidade como do que é tido como comercial”, avalia. Para a designer, ter Lino Villaventura como mentor significa um projeto bem fundamentado. “O estilista é reconhecido em nível nacional por seu trabalho autoral e criativo, não somente por pessoas que trabalham com moda, mas pelo público em geral, passando grande credibilidade à maratona. Além disso, projetar sob a coordenação de alguém que admiramos profissionalmente será uma experiência única para nós”, avalia a participante.

Conteúdo

No segundo dia do evento, 27, será realizada uma maratona de conteúdo, que trará intensa programação de palestras e workshops com profissionais em temas como criatividade, tecnologia, brand experience, entre outros. Os ingressos estão sendo vendidos a R$ 100 para o público em geral e R$ 50 para estudantes e associados da Abicalçados e podem ser adquiridos no site.

A Maratona MUDE é uma realização da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) e Brazilian Footwear que conta com o patrocínio da Apex-Brasil, Francal e Couromoda. As parcerias são da Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) – que irá disponibilizar componentes -, da Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos para os Setores do Couro, Calçados e Afins (Abrameq) – que emprestará máquinas para a fabricação dos calçados -, do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) – que disponibilizará couros variados -, do Istituto Europeo di Design (IED) e da Usefashion.

Mais informações e inscrições no site www.maratonamude.com.br.

Desculpa. Sem informações para este contato.
Voltar para Home